Campanha contra o lixo reúne voluntários na praia do Buracão

Sábado do verão baiano, dia 23/02, mais de 40 voluntários fizeram parte do mutirão de limpeza na praia do buracão, realizado pela Campanha “O Mar não está para plástico” da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) e da ONG Rede Viva Mar Vivo.

A atividade começou às 8h e foram recolhidos 3.632 resíduos. Na triagem, foram identificados bitucas de cigarro, pedaços de isopor, fragmentos de carvão, espetos, canudos e talheres plásticos, garrafas pet, tampas de alumínio, latas e lacres de latinha de cerveja.

Após a separação e avaliação do material, foram sorteados entre os voluntários aulas de yoga, remadas de stand up padlle e canoa havaiana, além de exemplares do livro Unidades de Conservação da Bahia.

A campanha visa a conscientização ambiental e coleta de lixo nas praias de Salvador, sendo contempladas as praias de Boa Viagem, Itapuã e Buracão.

Moradores flagram espetáculo das baleias Jubarte no Buracão

Assim como em outras regiões do litoral baiano, as baleias jubarte foram vistas na Praia do Buracão durante o período de reprodução da espécie em águas tropicais. O show de saltos foi registrado pela família do morador Fabrício Gil. Olha só que emocionante!!

Essa não foi a primeira vez que os mamíferos apareceram por lá. Em 2014, as baleias fizeram a festa no mar agitado. Confira aqui!

Visita inusitada: tartaruga desova na Praia do Buracão

Morador registra momento em que fêmea da espécie cabeçuda faz ninho e retorna para o mar


Era noite quando Vital Freitas avistou da janela de casa algo se aproximando pela faixa da areia da Praia do Buracão. Ao conferir de perto, deparou-se com uma tartaruga de mais de um metro de comprimento desovando bem próximo à vegetação. Logo após o animal retornar ao mar, o morador acionou o Projeto Tamar. A bióloga Nathalia Berchieri e sua equipe coletaram e transferiram quase 100 ovos do ninho para a Praia de Arembepe, local de monitoramento diário. Segundo ela, a base do Projeto Tamar em Arembepe monitora do Farol de Itapuã até o Rio Jacuípe, área que possui cerca de 3.000 ninhos/temporada.

A tartaruga foi encontrada por Vital e funcionários do condomínio no fim do ano passado durante o período de reprodução das tartarugas marinhas em praias brasileiras, que ocorre de setembro a março.

Já com um desfecho diferente, confira neste link o registro de outra espécie encontrada na Praia do Buracão.